sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Mensagem do Povo Azul - A Felicidade



- Mensagem recebida dia 12 de novembro de 2011


A verdadeira magia da vida consiste em promover a paz por onde quer que passe e se tornar uma pessoa grata por todos aqueles que de alguma forma lhe ajudam em seu caminho.
Queremos falar sobre a felicidade, pois esse ainda é um grande paradigma para vocês.
Enganam-se aqueles que acreditam que a verdadeira felicidade está no futuro.
Irmãos, podemos afirmar com toda a certeza que a felicidade não está no futuro. Também se enganam aqueles que acreditam que ela está no presente, pois ela também não está no presente. A verdadeira felicidade encontra-se sim no passado e está diretamente ligada ao sentimento de gratidão. Gratidão é um dos sentimentos mais nobres que existe, pois é originado de um sentimento maior: o amor pela vida.


Pare por alguns minutos e veja como é possível ser feliz e agradecer por tudo aquilo que já conquistou e lhe foi dado de presente, como seus dons, seus talentos, sua saúde e as oportunidades que lhe foram proporcionadas.
Veja como pode e consegue se sentir grato (a) por todos aqueles que um dia lhe ajudaram a crescer e acreditaram em seu potencial.


1- Você acha que isso não pode ser uma enorme fonte de gratidão?


Sim, essa é a fonte que jorra a eterna felicidade, A gratidão.
Queridos, o passado é a verdadeira fonte da felicidade. De nada adianta ficarem ansiosos e esperançosos, achando que no futuro é que serão realmente felizes. Isso é uma ilusão.
Sim, no futuro poderão se sentir felizes, é claro. todavia não encontrarão a felicidade lá, pois o futuro ainda sequer existe.


2- Como podem colocar todas as vossas esperanças em algo que sequer existe?


Optem por ter momentos de alegria hoje, para serem felizes amanhã.
É ilusão achar que só quando se tornarem pessoas ricas, aí sim serão realmente felizes, ou somente quando encontrarem a pessoa ama poderão dizer aos outros que são realmente felizes, ou então, quando comprarem a casa de seus sonhos ou comprarem o carro que tanto desejam ou tiverem seus negócios próprios, serão felizes.
Nós sabemos quais são os seus anseios, não fiquem envergonhados com isso, desejando bens materiais e coisas afins. Nós também somos seres físicos em nosso plano de existência e também necessitamos de coisas materiais como vocês, um tanto quanto diferente é claro, mas tudo o que desejamos está à nossa disposição, não precisamos comprar ou usar um intermédio monetário para obter o que desejamos. Tudo aqui é criado holograficamente e depois manifestado na matéria, porém há um detalhe muito importante: não criamos nada sozinhos por aqui, tudo é criado através de um sistema de compartilhamento, ou seja coletivamente. A energia individual aqui não tem potência suficiente para criar, tudo funciona através da força coletiva compartilhada.
Como vocês costumam dizer por aí, aqui a união realmente faz a força. Compreendem?
Levamos esse ditado ao pé da letra.


"A União faz a força."


Voltando a questão da felicidade, queremos que esqueçam definitivamente a idéia de procurar a felicidade no futuro.
Se acreditarem mesmo que a felicidade está no futuro e que precisam ir à busca dela, automaticamente estão dizendo e decretando para vocês mesmos que são pessoas infelizes e estão desesperados para encontrar a felicidade. Compreendam que a felicidade não deve ser perseguida, ela já existe e já pode ser usufruída.
Disseram-lhes que isso é uma verdade, que a felicidade deve ser perseguida a qualquer custo, mas infelizmente mentiram para vocês. Essa forma de pensar é uma armadilha que só alimenta ainda mais a ansiedade em vossas mentes e adoece os vossos corações.


Parem de ter esperança no futuro e comecem a confiar nele ao invés de esperar algo dele. A esperança é uma eterna forma de esperar, nada tem a ver com a prática da verdadeira fé e confiança. Confiança é ter certeza que tudo vai se realizar na hora certa. E ter fé, é acreditar naquilo que não se pode ver.
A esperança, como a própria palavra diz, é o ato de esperar, sempre esperar, uma ação passiva perante o Universo. Algo que não poderá levá-los a lugar nenhum, a não ser para um mundo de eterna espera, um mundo de eternos amanhãs que nunca chegam, pois quando aquele amanhã que tanto esperam, chegar realmente, virá outro amanhã e tomará o lugar dele, em seguida outro amanhã vem e depois outro e mais outro, ou seja, um ciclo interminável de ansiedade. Sempre os amanhãs, os eternos amanhãs.


A real felicidade deve colocar as vossas mentes em conexão com a força da gratidão, no entanto, vejam como a crença nos amanhãs, carrega as vossas mentes para onde elas realmente não precisam estar, ou seja, num futuro que ainda sequer existe.
A prática da esperança gera a crença numa felicidade que está distante e que nunca chega, gera a crença numa riqueza imaginária que nunca vem no encontro de uma pessoa amada que nunca chega e também em conquistas que nunca se realizam.
O futuro deve ser fonte de entusiasmo, ambição e vontade.
Essa prática mental é compreensível, pois há milhares de anos vocês vivem assim, condicionados, esperançosos e infelizmente.
Trocaram a confiança que há tanto tempo foi ensinada a vocês por seus grandes patriarcas, pelos sentimentos de esperança.
Isso tudo, fruto de uma apologia desenfreada pelo medo do futuro e pela crença na falta e na descrença na abundância do Universo. Vejam a imagem à seguir.




É assim que funciona a roda da vida, como se fosse uma roda d'agua. O que a faz movimentar é a água que vem de cima e cai com força para baixo. Esta água representa o futuro, ela traz o entusiasmo, à vontade e a certeza de uma fonte infinita que nunca para de jorrar.
Já, a própria roda de madeira representa à matéria, a peça, a ferramenta mecanicamente criada para receber a água que vem de cima e transformá-la em ação e energia, a roda de madeira simboliza o próprio corpo do homem, a mente que não para de trabalhar, se movimenta e cria energia e condições para construir o dia-a-dia.
A roda representa o próprio presente, a matéria que recebe do alto tudo o que necessita.


O homem precisa do entusiasmo, da vontade e do sonho que vem de cima para poder se manter vivo, como a roda precisa da água para continuar girando.
Devem estar se perguntando:
-Já que tudo vem de cima, então a felicidade de cima, do futuro, não é? Agora estou meio confuso (a).


Não, a felicidade não vem de cima, do futuro, pois a força que vem de cima, não vem realmente de cima. Por exemplo, imaginem uma grande cachoeira no alto de uma montanha. Imagine-a bela e brilhante em sua mente. Tente criá-la mentalmente e depois foque seu pensamento no movimento da água que flui e cai constantemente por ela.



Pare por alguns segundos e tente imaginar de onde vem essa água que nunca para de jorrar de cima dessa montanha, há centenas e centenas de anos ou talvez há milhões de anos.
-Será que vem tudo do nada, de algum lugar que não conhecemos?
-De onde vem tanta água, como é possível ela não acabar nunca?

A fonte da água que cai de cima de uma montanha, vem da mesma água que um dia já caiu por entre as pedras dessa mesma encosta muitas e muitas vezes, no passado.
Um dia, a água passou e se transformou em rio e correu por entre as rochas, uma parte dessa água chegou até o mar e a outra parte foi absorvida pela terra, se transformando em lençol freático subterraneo e através de forças ocultas do planeta, foi levada de volta para cima daquela mesma montanha, fazendo-a cair montanha abaixo novamente, num ciclo eterno de vida e abundância.
A água que cai hoje por aquela cachoeira é a mesma água que há milhares de anos já caíram ali repetidas vezes.
Conseguem compreender a magnitude dos ciclos naturais?

O planeta se auto-alimenta e se auto-abastece constantemente. Um mecanismo perfeito, um organismo vivo e consciente, que luta sem parar para manter a vida na Terra.
Voltemos novamente a atenção a nossa roda d' água.
Consegue agora perceber que o que alimenta a roda d' água é sem dúvid a água que vem de cima, porém essa água é a mesma que um dia já passou por ali?
Percebe que a água que cai e corre é a mesma água que volta e sustenta o movimento da roda?
Essa água que corre e segue é o próprio passado, ele vai, mas é exatamente ela que volta para alimentar tudo  que existe, porque o passado é a única coisa que realmente existe.

Esse é só um exemplo que queremos passar para demonstrar para vocês que a felicidade que tanto procuram não está no futuro, porque não é o futuro que a fabrica, tão pouco está no presente, porque o presente é algo dinâmico e ininterrupto.
O presente tem a função de transformar o futuro em passado o tempo todo, continuamente, como faz a roda d' água. O presente é somente um veículo de transformação de energia. Compreende?
Novamente, deve estar se perguntando:
-Mas dizem por aí que temos de viver o presente, pois é a única coisa que existe e que temos de aproveitá-lo a qualquer custo, que o passado já se foi e não podemos ficar presos nele e nem pensando nele.

O presente faz parte desse processo e é muito importante, pois ele liga o passado a um futuro que ainda não foi criado. O presente é o intermediário, é a roda d' água que movimentará sua vida rumo à realização. O passado é sua história, sua trajetória, a base que o (a) trouxe até esse momento, portanto esquecê-lo é como se estivesse apagando a sua existência, pois nele, consistem todas as suas experiências aprendizados e lições que o (a) transformaram na pessoa que você é hoje.
Quando ouve dizer para viver o presente, é para se preparar para o futuro que está por vir. O presente é dinâmico e não para nunca.
Veja, o que você acabou de ler na página anterior, já se foi e já se transformou em passado.
O que você pensou há um segundo atrás, já foi e também já se transformou em passado.

O presente é ativo e funciona como se fosse uma fábrica de passados.
Aproveitar o presente a qualquer custo ou aproveitar o máximo do dia e buscar o prazer momentâneo, não é uma coisa ruim, é claro, a questão é querer jogar tudo em função dele, esse é o problema.
A apologia pela felicidade momentânea é algo que foi criado apenas para aumentar em vocês a vontade de consumir desordenadamente um monte de coisas supérfluas, que supostamente possam trazer uma falsa sensação de felicidade.
Esse tipo de conduta só estimula o consumo inconsciente. O que é extremamente prejudicial a vocês e ao meio em que vivem.
O consumo desordenado e a ânsia pelo prazer fugaz, podem se transformar numa fábrica contínua de frustrações. Cuidado!

O consumo incosciente cria a necessidade de comprar ou adquirir muitas coisas ao mesmo tempo, e quando se conquista o que tanto se deseja automaticamente a pessoa se sente frustada por saber que o que tanto desejava, já não é mais tão importante, pois algo novo já surgiu, deixando aquele sonho anterior totalmente obsoleto.
Isso causa mais e mais ansiedade em suas mentes, um ciclo de frustrações e uma necessidade desenfreada e incontrolável de consumir coisas que tragam um prazer momentâneo.
Precisam encontrar rapidamente algo mais prazeroso que compense esse vazio interior que existe dentro de vocês.
-Mas porque isso?


Isso tudo acontece porque a felicidade também não está no presente, momentos de alegria sim, podem estar no tempo presente, mas eles vêm e vão. Momentos de alegria são apenas momentos de alegria, mas a soma de momentos alegres, certamente pode constituir no futuro, uma bela fonte de felicidade, pois no futuro, poderão olhar para trás e reconhecer com clareza, que todos os momentos alegres que vivenciou um dia se tornaram uma grande fonte de gratidão e felicidade.
Queridos! O que necessitam e procuram, não pode ser algo momentâneo. Felicidade não é a mesma coisa que alegria, felicidade é um estado de espírito, um sentimento nobre que só pode ser alcançado e compreendido através do exercício da gratidão.
Sim, a gratidão. A felicidade é a própria gratidão. Se vocês se sentir grato (a), sentir-se-á feliz.

Agora nós lhe perguntamos:
-Então. Onde podem encontrar a gratidão? No Futuro? No presente? Ou no passado?
A resposta é: no passado. A Gratidão só pode existir no passado, dentro do seu passado.
Saiba, o presente que você está vivendo agora, irá se transformar em passado daqui a pouco e se fizer a coisa certa, se basear suas ações a partir de hoje, pelo prisma do amor e do bem estar, se fizer o bem para si  e para os seus, se cuidar da sua saúde, do seu corpo e da sua mente, como devem ser cuidados, então estará fazendo a coisa certa, pois no futuro, sem dúvida, você se tornará uma pessoa grata e será gratificado (a) por tudo que passou na vida.
Olhará para trás e sentirá a gratidão por tudo o que fez tudo o que conquistou e aí então poderá agradecer por todos os que lhe ajudaram e participaram da sua vida.

Gratidão é a única fonte capaz de criar um verdadeiro sentimento de felicidade na sua vida. Assim funciona a lei da felicidade, pelo prisma da gratidão e não da esperança no futuro.
Estamos ensinando a lei a vocês, mas para que acreditem nela e a compreendam de verdade, devem vivenciá-la em prática em seus cotidianos, do contrário, de nada adiantará o que estamos informando a vocês.
Irmãos, teorias são somente teorias, sem a prática, as teorias são consideradas apenas conhecimento, uma teoria sem prática, nunca poderá se transformar em verdadeira sabedoria.
A sabedoria só é dada para aquele que vive a lei e vivencia as propriedades que ela proporciona.
Então comecemos a partir de agora a ancorar a verdadeira felicidade em vossas vidas.

A partir de hoje, sempre que estiver triste, ansioso (a), desamparado (a) e acreditando que a felicidade não chega, porque ela está á disposição somente dos outros e nunca para você, pare e volte sua atenção ao seu passado.
Foque sua atenção no passado e coloque toda a energia da lembrança nele. Comece a lembrar de tudo que foi bom na sua vida, lembre das pessoas que passaram por ela e lhe ajudaram como seus professores e mentores.
Lembre-se das brincadeiras de criança e dos sonhos que você tinha e sabia que eram possíveis de serem realizados.
Lembre-se dos seus avós, dos seus pais, dos seus irmãos e irmãs e dos seus amigos. Em seguida, leve sua mente para a sua carreira, os trabalhos que exerceu um dia e que tanto aprendeu, tente lembrar de todos os detalhes e veja como sem eles não poderia estar hoje onde está, veja como não poderia estar fazendo o que faz hoje, sem o aprendizado que um dia obteve com tanta dificuldade lá atrás, lembre-se de tudo o que estudou um dia e se sacrificou por isso.

-Naquele tempo parecia ser tudo tão sem importância, não é?
Parecia mesmo, mas hoje você pode reconhecer que foi persistente e capaz de superar muitos obstáculos. Hoje você é uma pessoa forte e confiante, pois aprendeu muitas coisas no passado.
O que aprendeu lá atrás é a sua bagagem existencial, algo muito precioso que ninguém pode roubar de você. Tudo isso é, nada mais nada menos, que a fonte do seu sustento atual.
Dessa forma, sempre que estiver desencorajado (a) e acreditando não ser merecedor (a) da felicidade, pare e valorize o seu passado, pois ele é a única coisa que realmente existe na sua vida, todo o resto ainda está por vir, pare de apostar todas as fichas numa felicidade futura.
A vida não é um jogo, como muitos acreditam ser. Cuidado. Jogar é perigoso.

Esse ensinamento é nobre e sabemos que não é algo que se aprende de uma hora pra outra,mas acredite, quando começar a sentir a verdadeira gratidão no fundo da sua alma, poderá se considerar uma pessoa realmente feliz.
A prática diária sem regras e sem treinamentos maçantes, trará os resultados que deseja.
Se isso tudo que estamos dizendo, fosse uma inverdade, que a felicidade não está no futuro, nem no presente, mas sim no passado, então vossos avós que já viveram toda uma vida de conquistas e sucessos, estariam fadados à eterna infelicidade, já que não podem mais desejar uma felicidade para um futuro próximo, pois não têm mais tanta perspectiva de vida. Não é?
Certamente eles podem comprovar a veracidade dessa informação que estamos lhe transmitindo. Eles sabem que a verdadeira fonte da felicidade é a própria gratidão.
Desejamos que a partir de hoje, a gratidão faça parte de sua vida todos os dias.

Saiba, nós do Povo Azul, somos muito felizes, pois somos extremamente gratos por tudo o que vocês já fizeram por nós um dia. Obrigado

Povo Azul


Fonte: Mensagem do Povo Azul
Canalizador: Carlos Torres

Para comprar o livro, clique no link: A Lei da Atração

1 comentários:

Croches disse...

maravilhoso! o texto mais lindo que já li... ''A felicidade é a própria gratidão''

Postar um comentário